Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



segunda-feira, 23 de maio de 2011

Foi esse teu jeito;
Que me fez desandar
Me perder no seu olhar
E nunca mais querer voltar.
Queria morar em seu abraço
E me alojar em seus beijos
Queria poder nunca mais soltar sua mão.