Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Estranho

essa coisa de querer
alguém para si.
de sentir,
de sorrir,
de querer alguém para si.