Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força

É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu, descrer de todo amor porque um deles te foi infiel. É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim um recomeço!

O Pequeno Príncipe
Se contarmos todas as palavras que trocamos, daria para escrever um bom romance. Eu nem te conhecia e contei meus absurdos. Tu nem me conhecia e contou teus muitos planos. Se contarmos todos os olhares que trocamos, daria para encher um lago inteiro. Eu nem te conhecia e contei o meu passado. Tu nem me conhecia e contou teu desespero. Se contarmos todos os silêncios que trocamos, daria para povoar um edifício.Eu nem te conhecia e contei meus vinte anos.Tu nem me conhecia e contou teus sacrifícios. Se contarmos todas as fantasias que trocamos, daria pra dizer que amantes fomos. Que amantes somos.

Desconhecido