Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



segunda-feira, 16 de abril de 2012

(a)caso

De caso com o acaso
se for por acaso
eu caso
se não for o caso
com o acaso
então não caso
espero o acaso
casar.
É alguém que me arranca suspiros
beijos, sorrisos.
Que me arrepia a alma,
me beija a nuca,
me enlouquece e acalma.
É alguém que me chama de pequena
faz-me sentir grande
me ama imensamente.
Que me espera com abraços
me faz esquecer das horas
me toca sem encostar
que eu entendo só de olhar.
Alguém que me tira saudades
me tira o chão.
Alguém que eu queira esquecer
só para ter que lembrar depois.
É aquele alguém do meu sonho.
É aquele alguém de quem preciso.