Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Nós nascemos sozinhos. Nós vivemos sozinhos. Nós morremos sozinhos. E qualquer coisa neste intervalo que possa nos dar a ilusão de que não estamos sós, nós nos agarramos a ela.

Voltaire
Eu não sabia que doía tanto.
Uma mesa no canto, uma saudade,
um amor, uma amizade.

Não é como se fosse amor à primeira vista, na verdade. É mais como… ação da gravidade. Quando você a vê, de repente não é mais a terra que está te segurando aqui. Ela te segura. E nada importa mais do que ela. E você faria qualquer coisa por ela, seria qualquer coisa por ela… Você se torna qualquer coisa que ela precisa que você seja. Seja o protetor dela, ou um amante, ou um amigo, ou um irmão.

Jacob Black