Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



sexta-feira, 30 de março de 2012

Uma rima me ocorreu

Portentoso era o modo como desejava um afago seu
daquele que vira e desvira o mundo meu.
Fazia-me o coração num museu
tenho pena do coitado que tanto sofreu.
Quem me dera se fostes um Romeu
chamar-me-ia Julieta meu eu.
Sublime tocava o coração seu
numa fechada de olhar se correu.
Atrapalhando o trânsito adormeceu
Quando o vi me estremeceu.
Dei-lhe um tapa na cara e não respondeu
Pensei, meu Deus agora fodeu.
Ao abrir os olhos reconheceu
quem tanto chorava era eu.
Com tamanha ternura aqueceu
a lágrima que no rosto escorreu.
Quem jurava eterno sentimento morreu
No instante em que o céu escureceu.
Abrindo a pálpebra enalteceu
Olhou-me e disse: sou eu.
Nenhuma palavra a cabeça me ocorreu
Ao cadáver em meus braços perguntou eu:
Ora Romeu, bebeu?

sábado, 17 de março de 2012

Pedido

juntar
trevo pé-de-coelho ferradura estrela cadente
eu você
pedido
perdido

quinta-feira, 15 de março de 2012

Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
... Deixa em paz a mim!
Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho
Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Mário Quintana


14 de março - Dia Nanional da Poesia
O Dia Nacional da Poesia é comemorado em homenagem ao nascimento de Castro Alves, em 14 de março de 1847. Poeta do romantismo, ele foi um dos maiores nomes da poesia brasileira.

terça-feira, 13 de março de 2012

Ela não fazia o tipo de mulher que se deixava abater. Porém de vez em quando se tornava uma menina que insistia em sofrer.

sábado, 10 de março de 2012

E às vezes a gente percebe que entendeu errado. Que aquele amor só existia na cabeça da gente.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Ser mulher é muito além de ser mãe, amiga, irmã, companheira e esposa. Não é somente reclamar que algum homem não a ama, botar a culpa na TPM, se fazer de ranzinza quando está com cólica, ter atitudes de homem grosso e pensamentos de mulher vulgar. Ser mulher é muito além de subir em um salto 18, entrar em uma roupa 40, cuidar para não quebrar a unha, não sair por não ter roupa mesmo com o armário estando cheio, ter 50 bolsas e sair só com uma, acordar meia hora antes para dar tempo de fazer a maquiagem. Está muito além de permanecer durante 9 meses com um presente de Deus na barriga e depois de 9 meses nunca mais dormir tranquila. Está muito além de querer presentes, de querer parabéns em um dia como este, em ficar provando que é do bem. Ser mulher é se dar o respeito, é saber do valor que tem, é saber levar um sorriso no rosto estando com o coração partido, é saber erguer a cabeça em uma decepção, é saber agradecer, é saber lutar, é saber acordar a cada manhã mais apaixonante e encantadora, é saber ser feliz. Ser mulher não é somente querer presentes caros e provas de amor eterno, ser mulher é querer um beijo na testa e sentir-se a mais contente do mundo, é querer ser chamada de linda e sentir-se a mais amada, é querer receber aquela mensagem no celular e sentir que ganhou o dia, é querer ser colocada do lado de dentro da calçada, não achando isso velho demais. Ser mulher é por-se no seu lugar, é saber a hora de ser menina e a hora de tornar-se uma mulher. Não, não existe mulher feia, existe mulher que não se cuida, que não sabe o poder que tem! Não existe mulher interesseira, existe mulher que não foi lhe apresentada o amor! Ser mulher é ter consciência de seus atos, confiança em suas atitudes e ser verdadeira sempre. Mulher de verdade não é aquela que fala que homem é tudo igual, mas aquela que faz a diferença na vida deles. Mulher de verdade não quer igualdade entre os sexos, pois ela sabe que homens e mulheres são totalmente diferentes, têm atitudes diferentes e histórias diferentes. Homem é determinado, é razão, é prático. Mulher é emoção, é delicada, é complicada. Complicada e muito! Mulher é a única pessoa que chora vendo novela e fica encantada só de ouvir palavras bobas. O dia das mulheres existe, não para recebermos elogios e parabéns, mas para lembrarmos que mulher tem que ser valorizada sempre, tanto por um homem como por ela mesma.



A flor da foto ganhei de um dos grandes homens da minha vida, meu irmão.

Com licença poética

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado para mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
- dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade da alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição para homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.

Adélia Prado

terça-feira, 6 de março de 2012

Aunque he pasado por altos y bajos
Soy la misma persona
Aunque no pienso de la misma manera
El nombre de ti no me abandona

Aunque tengo ganas
De vivir a tu lado
Mi corazón no me dejas
Él está angustiado

Aunque las cosas
Ocurran como no queremos
Por toda la vida, apuntáis
Que amemos.


Creé este para un plan de clase que tuve que presentar...

quinta-feira, 1 de março de 2012

- Eu poderia ficar olhando seu sorriso até dizer chega.
- E quando dirá chega?
- Quando eu resolver parar de te olhar e decidir tocar os seus lábios aos meus.