Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



quarta-feira, 28 de abril de 2010

[...]

Deita no meu peito e me devora
Na vida só resta seguir
Um risco, um passo, um gesto rio afora
É você,
Só você.
Deita no meu leito e se demora
Na vida só resta seguir
Um ritmo, um pacto e o resto rio afora
É você,
Só você.

Marisa Monte

Nenhum comentário:

Postar um comentário