Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



segunda-feira, 7 de maio de 2012

Epitáfio

Aqui jaz a rosa
que criou numa só prosa
tão terna tão formosa
de fosca à luminosa.

A rosa entregue a ela
a vermelha Rosa bela
a mais linda donzela
aquela que se fez vela.

A luminosa, escureceu
a vela, apagou
a rima, acabou
e quem por hora nunca amou, morreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário