Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



domingo, 7 de agosto de 2011

Quando a gente gosta de alguém, quer estar sempre por perto mesmo tão longe, quer viver cada momento intensamente, quer confiança, um porto seguro, tudo que está ao seu redor faz lembrar alguma coisa dela, fazer de tudo para vê-la feliz, deixando de se preocupar com outras coisas. Gostarei sempre de você pois sei que valerá a pena no final, não importa o que aconteça, o mais importante é você e isso já sei que tenho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário