Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. C.L.



terça-feira, 16 de agosto de 2011

A melhor coisa é você cair, tropeçar, se decepcionar, se machucar porque quando você se levanta você percebe o quão grande você é.


Nenhum comentário:

Postar um comentário